A Benelli, mais uma vez bate todas as expectativas com um colorido e descontrolado  “Concept Gun”. Desenhado pelo  renomado artista austríaco, Jorrit Tornquist, a Benelli transformou três das suas populares carabinas ARGO / R1 em incríveis obras de arte em misturas de tons e texturas com padrões imprevisíveis de cor e luz. As obras-primas, com mais de dois metros de diâmetro, chamam a atenção para uma dança inesperado entre o ponto focal (a carabina) e a area circundante  criando uma experiência visual nova e tanto hipnotizante como desconcertante. O Sr. Tornquist baseou-se nos seus talentos consideráveis como um especialista em cores, biólogo e observador atento das nuances da natureza, a fim de criar as ilusões de óptica e transformações que fazem desta “Concept Gun” a arma  mais  impressionantes visualmente da actualidade.

Alvo

A Benelli ARGO / R1 “Concept Gun” está saturada com a presença de todas as cores fazendo a carabina oxidada a negro. Rodeada de espirais,fazendo as  suas cores dissolverem-se num arco-íris para criar a ilusão de rotação. A meta do fundo, criado por anéis de luz e escuridão, com um  padrão de pele de leopardo, oferece a alusão de suavidade, o tipo de suavidade que  só é encontrado na natureza.

 

Águia

É a carabina que cria a sombra ou a sombra que cria a carabina?

A sombra da carabina dança num pano de fundo de penas coloridas, juntando-se com a sombra de uma águia que representa a dicotomia entre ciência e o misticismo. O ponto culminante da arte ganha vida com o movimento quando o espectador se concentra no olho da águia.

 

labirinto

O fundo cria uma ilusão de uma massa esférica, enquanto a cor da carabina combina com o fundo produzindo um jogo de ilusões ópticas, dando a aparência de que a carabina é menor em volume. A forma da carabina tridimensional achata contra o fundo acaba por dar a ilusão de  ser convexa para o observador.