Caçar em Segurança

 

Precauções de segurança essenciais, para a caça com armas de fogo

Instruções gerais de segurança

Espingardas e carabinas de caça

Tipo de munições

Balística, alcance útil e máximo, trajetórias, ricochetes

Manutenção de armas de fogo

 

Caça ao javali

Os Tiros longos são raros na caça ao javali. Frequentemente a sua presa aparece a uma curta, ou até mesmo muito curta distância. Os Javalis também são tão rápidos, que podem aparecer e desaparecer num instante.

Dado que o peso máximo de um javali é aproximadamente de 150 kg, e que a distancia máxima do tiro é geralmente de 50 metros, a energia cinética mínima necessária para uma morte é cerca de 2.000 Joules (204 kgm). Isto pode ser proporcionado por uma bala de boa qualidade de calibre 12 ou mesmo 20,ou por um projétil de carabina de calibre superior a 7 milímetros.

Se estiver usando uma espingarda ou uma carabina, certifique-se que o seu calibre oferece poder de parada adequado, mas não excessivo. Munição demasiadamente poderosas, destinadas a presas maiores e mais robustas do que o javali, podem realmente ser menos eficazes do que a munição certa. (projeteis de carabina, em particular, podem não expandir no impacto se forem destinadas a animais mais resistentes). O principal risco associado à munição demasiado potente, é a dificuldade de controlo da arma, especialmente se efetuar um número de disparados em rápida sucessão. Por razões óbvias de segurança, é seu dever minimizar o número de "tiros" perdidos. Para Começar, só deve efetuar disparos quando houver uma boa hipótese de atingir o alvo. (Há pouca ou nenhuma vantagem em disparar mais de dois ou três tiros num alvo em movimento.) Em segundo lugar, use apenas uma combinação de arma de fogo / munições que seja capaz de controlar com precisão, especialmente em termos de alinhamento das miras.

ESPINGARDAS DE CAÇA E SUAS MUNIÇÕES

Uma vasta gama de armas de fogo é ainda hoje utilizada na caça ao javali. Muitos caçadores ainda usam espingardas de canos sobrepostos ou paralelos, enquanto outros usam armas de fogo semiautomáticas projetadas para a caça de aves. Armas de fogo como estas podem fazer um excelente trabalho em situações rápidas, mas têm sérias limitações em termos de segurança e funcionalidade pratica.

Espingardas projetados para disparar chumbadas de caça menor raramente têm canos menores do que 65 centímetros, com a maioria dos canos a ter entre 65 e 71 cm de comprimento. As espingardas de bala (Slug), por outro lado, têm geralmente canos entre 50 e 61 centímetros de comprimento. Com as munições modernas de alta qualidade, até mesmo os canos mais curtos do mercado (48-50 centímetros) são longos o suficiente para garantir a combustão completa da pólvora, mas se a sua munição for carregada com uma pólvora de queima lenta, os canos curtos não vão ter o mesmo desempenho de um cano de 55 -61 cm, podendo até gerar bastante turbulência na boca do cano, prejudicando a trajetória do projétil.

Espingardas feitas para a caça de aves, inevitavelmente, tem canos chocados ou com choques amovíveis. Os canos de coque fixo não podem disparar cartuchos bala em qualquer circunstância. Mesmo utilizando balas de dimensão reduzida o suficiente para passar sem causar danos, nunca se deve usar estrangulamentos menores. *** O uso de * ou ** com balas sólidas, especialmente em canos velhos ou mal conservados podem causar golas ou destruição total do cano. Isto é especialmente verdade se utilizar munição com pólvora de queima lenta ou se a obstrução estiver presente no cano (mesmo um pequeno pedaço de folha). No lado puramente prático, a deformação excessiva dos projéteis conduz inevitavelmente a redução da precisão. Choques de *** ou maiores geralmente não reduzem a precisão, e, em alguns casos, podem mesmo melhorar.

Todas munições disponíveis atualmente (Brenneke, Gualandi, Foster) são compatíveis com canos de choques, a menos que o fabricante afirma claramente o contrário na embalagem e desde que as limitações apresentadas acima sejam respeitadas, portanto, não há razão para evitar usá-los. Deve, no entanto, evitar tipos de munição de carga elevada. Cartuchos de bala (Slug) provocam tensões muito elevadas no cano, porque o ponto de pressão máxima dentro do cano avança cerca de 10 centímetros, passando a acontecer onde as paredes do cano são geralmente mais finas, e também porque o projétil tem de ser passar através do choque. Por razões óbvias de segurança, não devem ser utilizados cartuchos de bala (slug) em espingardas mais velhos a menos que esteja absolutamente certo da resistência do cano. Lembre-se também que os projéteis sólidos são facilmente desviados de sua trajetória por ramos e galhos, e são mais suscetíveis de ricochete em pedras e árvores. Projeteis sólidos (Slug), permanecem extremamente perigosos, até perdem todo o seu ímpeto e caírem no chão. (Tenha em mente que um disparo de bala numa espingarda alma lisa pode ter um alcance teórico de até 1.500 metros, ou perto disso.) Finalmente, nunca disparar projeteis subdimensionadas em canos chocados, independentemente dos mesmos serem fabricados para canos de alma lisa ou raiada. (Canos raiados são raros em espingardas de caça. Na Itália, por exemplo, são encontrados somente em determinados modelos especialmente concebidos para o efeito e em calibre 12. As razões para a sua raridade é que enquanto eles oferecem um certo aumento no alcance efetivo, os canos são geralmente mais longos e portanto, menos manobráveis - uma clara desvantagem para uma espingarda).

CARABINAS E MUNIÇÕES DE CARABINA

Vários tipos de carabina podem ser usados para a caça aos javalis, com a exceção de algumas carabinas de alavanca e as ocasionais expressos, o mercado é dominado por carabinas semiautomáticas. A carabina semiautomática moderna caracteriza-se por uma ação de repetição rápida, redução de recuo, bom peso, excelente equilíbrio e um custo competitivo. Modelos mais recentes oferecem uma precisão impressionante e podem até ser usadas para a caça aos cervídeos, quando permitido por lei. Alguns modelos, como a carabina Benelli Argo, oferece o mesmo tipo de equilíbrio e agilidade de uma espingarda e é, muito apreciada pelos caçadores que fazem a transição da espingarda de alma lisa para a carabina.

O calibre 30.06 SPF representa cerca de 70% da munição usada na caça ao javali. Este calibre oferece excelente desempenho balístico, um enorme poder de parada, oferece uma ação fiável, tendo normalmente um preço razoável, e está disponível numa vasta gama de projéteis.

 Lembre-se, porém, que na caça ao javali é sempre possível falhar o alvo, mesmo com o 30.06SPF! Evite projeteis totalmente blindados. Embora estes oferecem um bom poder de penetração, criam feridas não-incapacitantes (a menos que atinja um órgão vital) e têm uma forte tendência para o ricochete, tendo seguramente excesso de penetração.

Deve também evitar usar balas demasiado pesadas ​​ou demasiado leves para o calibre. O peso ideal das balas de 30.06 SPF deve ser entre 130 e 220 ​​grãos. Notando que o peso ideal para a caça ao javali com o 30.06 SPF é de 180 grãos. Balas pesados podem não expandir suficientemente e o risco das balas muito leves, podem provocar apenas danos superficiais ou lesões que danificam muita carne, se chegarem a um órgão vital.

Até os calibres mais eficazes têm de acertar o alvo com um alto grau de precisão. Assim, este binómio, calibre e arma utilizada, deve ser testada num campo de tiro antes de tentar usá-lo no terreno de caça. A caça ao javali não exige uma precisão cirúrgica, e qualquer combinação capaz de colocar 3 impactos dentro de um círculo de 6-7 centímetros a uma distância de 100 metros é mais que suficiente. Uma maior precisão melhora a possibilidade de acertar num órgão vital, uma vez que o erro de mirada será compensado por um menor desvio da trajetória.

Com a mira afinada para 100 metros, a trajetória de uma bala 30.06 SPF ou 308 Winchester a partir dos 50 metros praticamente coincide com a linha de mira. Em distâncias mais curtas, as trajetórias tendem a ser 3-5 centímetros mais elevada que a linha de mira, dependendo do tipo de bala e velocidade. Na realidade, esses números têm pouca relevância prática. Se utilizar uma mira ótica regulável (e as miras óticas são sempre ajustáveis​​), calibrando-os para a distância ideal e adequada à situação real de caça pode eliminar até mesmo a menor margem de erro independentemente da rapidez dos disparos ou da distância.

O calibre ideal para a caça ao javali fica entre 7,62 milímetros (0,30") e 8 milímetros. O 308 Winchester, o 30.06 SP e o 8x57 Mauser são escolhas particularmente válidos. O 300 Winchester Magnum é um dos mais poderosos 7,62 mm (0,30’’) cartuchos do mundo, e oferece bom desempenho balístico mesmo em canos relativamente curtos de carabinas semiautomáticas. Usando com projeteis de 180-200 grãos, é altamente eficaz, mesmo com presas maiores. O couce e o desalinhar da mirada é no entanto um problema. Sobre este assunto temos o prazer de salientar que a coronha ComforTech da carabina Benelli Argo E dá uma redução tão impressionante no couce e consequente desalinhamento da mirada que até mesmo com calibres como o 9.3x62, torna-se bastante controlável e confortável no ombro do caçador. A carabina Benelli Argo com coronha ComforTech é fabricada nos calibres, 9.3x62, 30.06 SPF, 7x64 Brenneke, 308 Winchester e 300 Winchester Magnum. As carabinas Argo garantem uma significativamente redução do couce e desalinhamento da mirada em todos estes calibres, e permite-lhe disparar mais tiros no alvo, mais rapidamente e com menos fadiga.

Nunca se deve esquecer que, dependendo do calibre, uma bala de carabina disparada num ângulo ascendente de aproximadamente 40 ° pode cobrir uma distância de entre 2.500 e 4.000 metros antes de cair no chão. Comparada com a distancia máxima teórica de cerca de 1.500 metros alcançados pelas balas de calibre 12 (slug), parece óbvio que a bala de carabina é mais perigosa. Na realidade, porém, não é bem assim: embora o raio de ação da bala de carabina ser de fato três vezes maior que o projétil (slug) da espingarda, este (slug) é muito mais propenso a ricochetes e portanto, na verdade, mais perigoso. Se uma bala de carabina atinge um tronco de árvore, por exemplo, geralmente fica alojado no seu interior, só vai fazer ricochete se atingir o tronco quase pela tangente. Ao invés de um ricochete, tecnicamente falando, este será um desvio de trajetória. Da mesma forma, uma bala de carabina que atinge uma superfície dura como uma rocha tende a achatar-se contra ela e tem muito pouca tendência para ricochete a não ser que o ângulo de impacto seja muito baixo. Devido à sua baixa velocidade, no entanto, quase sempre as balas de calibre 12 (slug) fazem ricochete ao atingir as superfícies duras, como a madeira ou pedra, mesmo com ângulos de impacto relativamente grandes. Sob as circunstâncias corretas, podem mesmo fazer ricochete repetidamente, como uma bola de ping-pong.

A água fornece uma superfície única de ricochete. Qualquer um que já atirou pedras lisas sobre a superfície de uma lagoa pode imaginar o efeito de uma bala saltando sobre água, num ângulo de baixa incidência: ela vai saltar uma ou mais vezes, mantendo a sua letalidade, até que, eventualmente, se detenha. Como regra geral, depois de ricochete, um projétil sai do ponto de impacto com o mesmo ângulo de incidência. Este princípio aplica-se a todas as superfícies, mas a sua eficácia aumenta em proporção com o grau de dureza da superfície em causa. Para baixos ângulos de incidência ainda se aplica à água.

É por isso, essencial considerar o risco da trajetória dos projéteis que possam embater em pedras, rochas, vegetação ou água, especialmente quando se atribui as posições de um grupo de caçadores, a fim de identificar ângulos de disparo e distâncias seguras.

ARMAS DE FOGO E NORMAS DE CONDUTA

Segurança depende não só da variedade e tipo de munição, mas também com a condição da arma de fogo, do número de tiros que disparou ao longo dos anos bem como a necessidade de garantir precisão no alvo. Por esta razão, e para evitar infligir dor e sofrimento desnecessários na caça, deve-se sempre testar a arma de fogo num campo de tiro antes da temporada de caça começar. O primeiro disparo efetuado num cano recém-lubrificado pode muito bem seguir uma trajetória diferente da normalmente alcançada pelo binómio de arma e munição. Alças abertas e miras telescópicas podem também estar desajustadas como resultado de um pancada, ou parafusos soltos (após uma larga quantidade de disparos ou montagem incorreta) ou ainda se alguém mexeu nos parafusos incorretamente.

Mesmo que parcialmente obstruídos os canos podem causar ferimentos ao atirador e a outros nas proximidades. Mecanismos de disparo sujos podem impedir o disparo ou podem causar um disparo acidental. Tomadas de gás sujas podem causar mau funcionamento ou desativar por completo a sua arma. Por todas estas razões e mais alguma, nunca é mais enfatizar a necessidade de verificar o estado de conservação e funcionamento de sua arma de fogo regularmente, familiarizando-se com o seu funcionamento através de sessões de treino no campo de tiro.

A seguir estão as principais causas para falhar o alvo.

Tiros muito baixos, causas:

Luz demasiado brilhante (ofuscante)

Vento contrário (para tiros longos)

Umidade e ou ar frio

Zero da mira muito curto

Visar o alvo demasiado baixo

Arma não apontada corretamente

Ponto de mira muito baixo em relação a alça

Sombra na parte superior da mira telescópica

Tiros muito altos, causas:

Neblina ou pouca luz

Visar o alvo demasiado alto

Ponto de mira muito alto em relação a alça

Disparar em planos inclinados (subidas ou descidas)

Sombra na parte inferior da mira telescópica

Tiros laterais (esquerda ou direita), causas:

Vento lateral (para tiros longos)

Sombra à esquerda ou à direita na mira telescópica

Arma não apontada corretamente

Alça incorretamente afinada em derivada

Ponto de mira desalinhado em derivada

Falha no disparo (não percussão), causas:

Munição velha ou de má qualidade

Avaria no mecanismo de disparo

Percutor demasiado curto ou guias sujas ou obstruídas

Mola do cão quebrada ou demasiado fraca

Cão ou percutor não armou

Avaria no mecanismo da segurança

Folga da cabeça da culatra excessiva (exemplo camara demasiado longa para a munição)  

Ferrolho ou culatra não bloqueado corretamente

Atenção! Se uma munição não disparar, aguarde um pouco antes de retirar a arma do alinhamento do alvo e de abrir a culatra. Atrasos na deflagração são raros a ponto de serem praticamente inexistentes com munições recentes ou armazenadas adequadamente, mas pode ocorrer com munições velhas mal carregadas ou com armazenamento inadequado.

Manutenção de armas de fogo

- O bom funcionamento de uma arma de fogo depende da sua correta manutenção.

- A fim de evitar falhas de trajetória, limpe o excesso de lubrificante, antes de usar sua arma de fogo.

- Limpar a alma e a câmara cuidadosamente e aplicar apenas uma gota de lubrificante.

- Limpe a sua arma de fogo, após cada jornada de caça.

- Se a sua arma de fogo se molhar, desmontá-la e secar todas as peças assim que possível.

- Limpar regularmente o sistema de gases

- Lubrifique sua arma de fogo antes de a guardar em segurança.

- Tratar as partes de madeira para evitar a penetração da umidade e assim evitar o inchaço.

- Guarde a sua arma de fogo num local seco e a uma temperatura constante, se possível com as molas de gatilho aliviadas.

Seguranças e segurança

Só atirar em direções "seguras", e tratar sempre uma arma de fogo como estando carregada, mesmo que tenha apenas acabado de a montar após a limpeza. Demasiadas pessoas são feridas ou mortas, por armas de fogo, que acreditavam estarem descarregadas. Para evitar que isso aconteça, mantenha sempre a sua arma de fogo e respetivas munições separadas até receber instruções para carregar pelo líder do seu grupo. Além disso, desenvolver o hábito de manter a arma de fogo de modo a que o cano nunca aponte para pessoas ou animais. Nunca coloque o dedo no gatilho até que esteja realmente pronto para disparar. Estas regras básicas de segurança devem ser observadas em todos os momentos... Mas há muito mais em que pensar.

Se uma arma de fogo com uma munição na câmara cair ou receber uma pancada, pode disparar mesmo se a segurança estiver ativada. Isto é especialmente verdade para os modelos mais antigos (em que a segurança, por vezes, apenas bloqueia o gatilho e não todo o mecanismo de disparo). No entanto, também se pode aplicar as novas armas de fogo. Falhas no mecanismo de liberação do gatilho ou disparo, pode ser também agravado pelo uso inadequado e ou falta de manutenção.

É extremamente perigoso para manter uma munição na câmara de uma arma de fogo se a segurança estiver na posição fogo, mesmo que a arma esteja bem conservada e projetada para ser segura. Muitos eventos podem levar a um disparo acidental. Algo pode acionar o gatilho; a arma de fogo pode cair de uma altura; pode receber um golpe violento; ou um corpo estranho pode entrar no mecanismo de liberação do gatilho, provocando em qualquer dos casos um disparo acidental. Não abusar da sorte, mantenha a arma carregada com a segurança ativada enquanto espera que a peça de caça se mostre.

As patilhas de segurança são projetadas para serem acionadas rapidamente. Acostume-se a ativar e desativar a segurança da sua arma rapidamente. Esta prática de utilização das armas de fogo deve ser encorajada em todos os seus aspetos, a prática regular é essencial para o bom e eficaz funcionamento da sua arma tanto em segurança como no carregar e descarregar. Na emoção da caçada, o seu sistema nervoso libera adrenalina e outras hormonas do stresse. Isto pode levar a uma variedade de condições, incluindo a visão de túnel, embora alguns indivíduos sejam mais suscetíveis que outros. Em casos extremos, os caçadores podem tornar-se tão focados sobre a presa que anulam todo o meio ambiente que os rodeiam incluindo a existência de sons ou comandos de voz. Estes ficam tão tensos, que perdem a destreza, e são suscetíveis de reagir automaticamente – tal comos os cães condicionados nas experiencias de Pavlov. Familiarize-se completamente com sua arma de fogo, a prática constante, especialmente no carregamento e descarregamento das munições, e no ativar e desativar da segurança, são essenciais para reduzir o risco. Deve também manter-se constantemente vigilante e plenamente consciente das posições e condições em que seus companheiros estão colocados. Além disso, evite todo comportamento que possa perturbar seus companheiros ou levá-los a perder a sua própria concentração.

No final do dia, o que é suficiente para garantir a segurança, seguir algumas regras simples. Acionar a segurança sempre que sua arma estiver carregada. Nunca apontar o cano da arma de fogo para algo que não tenha intenção de atingir. Só deve carregar a arma de fogo quando estiver em posição e pronto para atirar. Praticar o uso de sua arma de fogo regularmente, com especial referência para o carregar e descarregar das munições: os procedimentos podem variar de um modelo para outro. Ter em atenção a sua condição física e psicológica, bem com as posições de seus companheiros - que podem estar ou não onde deviam!

Uma palavra final de advertência.

Um corpo estranho no cano (em alguns casos, até mesmo uma gota de água) ou o uso da munição errada pode causar o rebentamento do cano com resultados dramáticos. Certifique-se sempre que o seu cano está desobstruído e limpo antes de disparar. (Isto é particularmente importante se a arma caiu no chão.) Tome muito cuidado para nunca misturar diferentes tipos de munição. Cartuchos de calibre 20 são frequentemente carregados em canos de calibre 12, levando a danos no cano assim que o cartucho é disparado. Da mesma forma, os caçadores muitas vezes carregar cartuchos magnum em câmaras convencionais. Até pode ter sorte uma vez e nada acontecer... ou pode acabar com uma gola no cano ou este rebentado. Se tem uma carabina, tome muito cuidado para nunca usar munições de calibre errado. Apenas a título de exemplo (É muito fácil, carregar uma munição 308 Win numa câmara 270 Win, ou uma munição 30.06 SPF numa câmara 9.3x62).

 

MEDIDAS DE SEGURANÇA ESSENCIAIS

TRATAR SEMPRE UMA ARMA DE FOGO COMO SE ESTIVESSE CARREGADA.

Nunca assuma que uma arma de fogo está descarregada. A única maneira segura de garantir que a câmara da arma de fogo está vazia é abri-la e examinar visual e fisicamente o interior para ver se existe munição na câmara. Remover ou descarregar o carregador não significa que a arma está descarregada ou não pode disparar. Espingardas e carabinas podem ser verificadas efetuando as ações de abertura e fecho da camara até ficarem totalmente vazias, seguida de uma verificação visual e física do interior da arma.

  NUNCA APONTE UMA ARMA DE FOGO A PESSOAS OU ANIMAIS. NUNCA APONTAR UMA ARMA MESMO QUE DESCARREGADA EM QUALQUER DIREÇÃO QUE NÃO SEJA SEGURO DISPARAR.

Nunca deixe o cano de uma arma de fogo apontado para qualquer parte do seu corpo ou para o corpo de outra pessoa. Isto é especialmente importante ao carregar ou descarregar. Quando está atirando nos alvos, verifique o que está por trás dos mesmos. Um disparo efetuado num angulo de aproximadamente 45° algumas balas de carabina pode viajar 4 km ou mais. Em condições semelhantes, uma bala de calibre 12 pode viajar por mais de 1.500 metros. É da sua responsabilidade garantir que o seu disparo não provoca danos não intencionais, se falhar o alvo, ou se o tiro passar para além do mesmo.

GUARDAR AS SUAS ARMAS DE FOGO EM COFRE OU ARMÁRIO E SEPARADAS DAS MUNIÇÕES, DE MODO A QUE AS CRIANÇAS NÃO POSSAM TER ACESSO A AMBAS.

É de sua responsabilidade assegurar que as crianças e pessoas não autorizadas não tenham acesso as suas armas de fogo. Para reduzir o risco de acidentes envolvendo crianças, descarregar as suas armas de fogo, guarde as em segurança e guarde sua munição em local trancado e separado. Tenha em mente que os dispositivos destinados a prevenir acidentes, como cadeados de gatilho ou outros sistemas, não podem impedir o uso ou mau uso de uma arma de fogo por uma pessoa determinada. Guardar as armas em cofre de aço, é mais eficaz na prevenção de mau uso intencional de uma arma de fogo por uma criança ou pessoa não autorizada.

NUNCA DISPARE SOBRE A ÁGUA OU NUMA SUPERFÍCIE DURA.

Disparos na superfície da água numa pedra ou outra superfície dura aumentam a possibilidade de ricochetes ou fragmentação das balas, o que pode provocar danos não intencionais alvos intencionais ou periféricos.

  FAMILIARIZE-SE COM AS CARACTERÍSTICAS DE SEGURANÇA DE UMA ARMA DE FOGO, MAS LEMBRE-SE: OS DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA NÃO SÃO UM SUBSTITUTO PARA OS CORRETOS PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA E MANUSEIO.

Nunca dependa exclusivamente de um dispositivo de segurança para evitar um acidente. Certifique-se de que está totalmente familiarizado e capaz de usar os recursos de segurança da sua arma de fogo em particular, mas lembre-se que os acidentes são melhor evitados seguindo procedimentos seguros de manuseio. A regra mais importante é manter o dedo fora do guarda-mato em todos os momentos até que esteja pronto para efetuar o disparo.

Muitos mecanismos de segurança apenas bloqueiam o gatilho. Nestes casos, se a arma de fogo cai ou recebe uma pancada estando carregada e armada, pode facilmente disparar, apesar da segurança. Enquanto os modelos mais recentes não são suscetíveis de disparar acidentalmente, as armas de fogo mais antigas e mal conservados pode facilmente fazê-lo. Um disparo acidental é muito mais provável se a segurança estiver desativada. Descarregar sempre uma arma de fogo antes de executar ações físicas como saltar valas ou passar por cima de cercas. Com demasiada frequência, vemos caçadores esperando nos seus postos de tiro com armas carregadas e armadas e com a segurança desativada. Esta é uma prática perigosa. Vemos também caçadores em movimento com armas prontas a disparar. Isto é ainda mais perigoso. Como precaução mínima, ter sempre a segurança ativada e manter o dedo fora do guarda-mato antes de se movimentar. Certifique-se de que sua arma está descarregada antes de a colocar ao ombro. Ativar a segurança não é o suficiente para evitar acidentes, pela simples razão de que esta pode acidentalmente desativar-se.

  MANTENHA SUA ARMA DE FOGO EM BOAS CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO.

Armazenar e transportar as armas de fogo de modo a que detritos ou poeira não se acumulem no mecanismo. Após cada utilização limpar e olear a arma de fogo de acordo com as instruções contidas no manual. Isto impede a corrosão, danos no cano e a acumulação de detritos ou sujidade que poderiam impedir o bom funcionamento. Verifique sempre a alma e a câmara antes de carregar para garantir que estão limpas e livres de obstruções. Disparar uma arma com uma obstrução no cano ou câmara pode destruir o cano e ferir o utilizador e ou outras pessoas próximas.

Se o disparo fizer um som estanho ou incomum, pare imediatamente, ative a segurança e descarregar a arma de fogo. Certifique-se de que a câmara e cano estão livres de obstruções tais como um projétil defeituoso ou alojado no cano ou uma munição de calibre errado.

  USAR UNICAMENTE A MUNIÇÃO ADEQUADA.

Utilizar munição nova de fábrica e produzida segundo as especificações da indústria: CIP (Europa) e SAAMI® (EUA). Certifique-se que toda a munição a utilizar é do calibre adequado para a arma de fogo usada. O calibre está claramente marcado nos canos das armas. O uso de munição recarregada ou recondicionada aumenta a probabilidade de pressões excessivas no momento do disparo, a rutura do cartucho ou outros defeitos de munições podem danificar a arma de fogo e provocar lesões no utilizador ou terceiros nas proximidades.

  USE SEMPRE PROTEÇÃO VISUAL (ÓCULOS) E AUDITIVA (AURICULARES) DURANTE O TIRO.

A probabilidade dos gases, fragmentos de pólvora ou metal serem projetados de volta e ferir um atirador são raros, mas as lesões que podem acontecer em tais circunstâncias são geralmente graves, e incluem uma possível perda de visão. Use Sempre óculos de proteção durante o tiro. Auriculares ou protetores auditivos ajudam a reduzir o risco de danos à audição, mas depois de anos atirando no campo, a caça com auriculares ou protetores auditivos, obviamente, não é prática, mas um bom par de óculos de proteção devem ser usados ​​em todos os momentos. Existem hoje disponíveis óculos para as diferentes condições de luz.

  NUNCA CARREGAR UMA ARMA DE FOGO ATÉ ESTAR NUM LUGAR DO QUAL SEJA SEGURO DISPARAR. NUNCA FAÇA MOVIMENTOS BRUSCOS OU PERIGOSOS ENQUANTO TRANSPORTA UMA ARMA CARREGADA.

Abra e esvazie a câmara da sua arma de fogo e acione a segurança antes de subir ou descer uma árvore, escalar uma cerca ou saltar uma vala ou qualquer outro obstáculo. Nunca puxar ou empurrar uma arma carregada na sua direção ou de outra pessoa. Descarregar sempre uma arma de fogo e inspecionar visual e fisicamente a camara e o depósito, verificando se os mesmos estão vazios, deve também abrir a arma antes de a entregar a outra pessoa. Nunca aceite uma arma de fogo de outra pessoa, a menos que esta tenha sido descarregada e verificada, visual e fisicamente. Pedir para que a camara seja aberta antes de a aceitar. Nunca coloque o seu dedo no gatilho até que esteja pronto para atirar.

EVITE BEBIDAS ALCOÓLICAS, MEDICAMENTOS OU DROGAS, QUE PROVOCÃO FALHAS DE ATENÇÃO. TENHA SEMPRE O MÁXIMO CUIDADO AO LIDAR COM UMA ARMA DE FOGO.

Não ingerir bebidas alcoólicas quando usar armas de fogo! Se tem de tomar medicamentos que possam prejudicar as suas reações motoras ou falhas de atenção, não deve utilizar uma arma de fogo enquanto estiver sob a sua influência. Desligue o telemóvel e abster-se de fumar durante o exercício do ato venatório com arma de fogo. Deve ter plena consciência das condições ao seu redor, e, em particular, da presença e localização de outras pessoas, devendo estar totalmente concentrado durante todo o ato venatório.

  NUNCA TRANSPORTAR UMA ARMA DE FOGO CARREGADA.

Descarregar a sua arma de fogo (câmara e carregador vazios) antes de a colocar num veículo. Só deve carregar a sua arma de fogo no local da caça e quando autorizado a atirar pelo seu líder de caça.

  FINALMENTE …

Certifique-se de que identificou corretamente o seu alvo antes de premir o gatilho. No calor do momento, especialmente em mato denso, é possível confundir um cão ou uma pessoa por um javali. O mato denso pode criar ilusões surpreendentes.

Quando caçar em grupo, tenha a certeza absoluta de que conhece as posições de seus companheiros de caça. Numa caçada em grupo, deve permanecer no local que lhe foi atribuído e insistir para que todos os outros façam o mesmo. Nunca tome por garantido que as pessoas estão onde deveriam estar! Os caçadores estão ansiosos para deixar os seus pontos e avançar para perseguir a peça de caça depois de uma batida, a fim de encontrar o animal. Nunca fazê-lo até que o líder do grupo der o sinal para tal.

Usar roupas de alta visibilidade. Os Javalis não podem vê-las, mas o olho humano pode visualiza-las claramente entre a vegetação.